O técnico Mano Menezes, do Corinthians, foi julgado nesta última segunda-feira (14) pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva). O motivo da sessão foi a expulsão do treinador na partida do Timão diante do Grêmio Prudente, pela 4ª rodada do Brasileirão.

Por unanimidade, Mano Menezes foi absolvido das acusações do árbitro Paulo César de Oliveira, que, na súmula de jogou, anotou que o técnico do Corinthians havia “protestado deliberadamente, gesticulando e levantando os braços, após a marcação de uma falta contra a sua equipe”, enquadrando-o no artigo 258, que diz respeito a conduta contrária à disciplina e ética desportiva.

Sendo assim, o comandante alvinegro está liberado para trabalhar no banco corintiano na partida diante do Ceará, em 14 de julho, quando o Brasileirão retornar ao calendário do futebol nacional.

Fechar X
Sem mais artigos