Em fevereiro de 2007, cansado de esperar por uma solução do governo e de líderes empresariais, Colin Beaven decidiu fazer uma experiência: durante um ano, ele, sua esposa e sua filha de dois anos tentariam viver de modo a causar o menor impacto possível ao meio ambiente. Assim nasceu o projeto No Impact Man.

A intenção era conseguir não produzir lixo, não usar meios de transporte poluidores nem qualquer forma de energia elétrica, o que inclui desde eletrodomésticos, elevadores e metrôs. Levando em consideração que Beaven mora em Nova York, a tarefa seria difícil. 

Para responder a pergunta se seria possível viver dessa maneira e manter um diário sobre a aventura, Braven decidiu montar um blog. O negócio cresceu, ganhou destaque na imprensa e, agora, além de um livro já lançado, estreia no próximo fatídico dia 11 de setembro (pelo menos lá fora), o documentário sobre a façanha de um homem na tentativa de reduzir sua pegada ecológica.

Fechar X
Sem mais artigos