Selecionado para ser exibido durante o Festival de Sundance, no final de janeiro, o documentário Climate Refugees, ou Refugiados do Clima, está sendo considerado até mais impactante que Uma Verdade Inconveniente (An Inconvenient Truth, 2004), lançado pelo ex-presidente americano e ativista ambiental Al Gore.

Dirigido por Michael Nash, o novo alerta contra a mudança climática retrata uma face mais humana do problema e mostra como cerca de 25 milhões de pessoas já tiveram que se deslocar devido ao colapso de recursos naturais causado pelo desiquilíbrio ambiental. Mais do que isso, a mensagem que fica é que se nada for feito, o problema será muito mais dramático.

Além de entrevistas com um time de peso quando o assunto é aquecimento global e suas consequências, como o Presidente do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, na sigla em inglês), Rajendra Pachuri, e o responsável da ONU sobre mudança climática, Yvo de Boer, o documentário mostra angustiantes imagens de pessoas abandonando suas casas devido a enchentes e entrevistas com representantes da ilha de Tuvalu, no Pacífico, que corre o risco de desaparecer devido ao aumento do nível dos oceanos. Políticos influentes como o presidente americano Barack Obama também dão seu depoimento.

Fechar X
Sem mais artigos