Uma base policial no 19º distrito de Paris, na França, foi obrigada a fechar as portas após ser invadida por pulgas. O sindicato dos policiais denunciou que os profissionais ficaram cercados pelos parasitas por dias, tornando o ambiente “intolerável”. De acordo com a CNN, a base foi evacuada no último domingo (5).

“Apesar da intervenção de uma companhia para o controle de pestes, o problema persistiu, pois não houve desinfestação de todo o ambiente”, explica um comunicado publicado no Twitter da organização. De acordo com a nota, muitos profissionais foram encaminhados para o hospital pela grande quantidade de mordidas que receberam.

A situação tende a piorar, segundo o sindicato: “muitos insetos acabam sendo levados para casa, contaminando as famílias dos policiais”. “Para controlar a infestação de pulgas é preciso desinfetar o prédio inteiro e até mesmo os carros dos funcionários. As autoridades estão tampando o sol com a peneira”, criticou Yvan Assioma, secretário da organização em Paris. Este processo, segundo a CNN, levaria, no mínimo, 48 horas.

Acredita-se que as pulgas tenham chegado através de pessoas sob custódia da polícia ou trazidas para interrogatórios. Contudo, essa não é a primeira vez: o jornal Le Parisien afirma que a mesma unidade foi tomada por pulgas e piolhos em 2017.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos