Uma repórter australiana virou notícia ao passar por um grande susto durante uma gravação. Carregando uma cobra em volta de seu pescoço, ela ficou aterrorizada quando o animal começou a atacar seu microfone repetidamente – e ninguém fez nada.

Sarah Cawte começou a trabalhar há poucos meses no canal australiano Channel 9 e estava em um viveiro de cobras para uma reportagem sobre como lidar com os répteis de forma segura. Apesar do receio, ela concordou em colocar um dos animais em volta de seu pescoço para a gravação, mas teve uma infeliz surpresa: sem motivo aparente, a cobra ficou agressiva e atacou seu microfone.

“Ela está mordendo meu microfone, o que eu faço?”, exclamou a jovem, com medo que a cobra avançasse em sua mão. Um homem diz no fundo que ela ficará bem, que o animal só está mirando no aparelho. O dono do réptil não faz nada para ajudá-la.

Mas Cawte lidou com a situação como poucos: ela seguiu em frente com a reportagem, gravou uma cena com a cobra em seu pescoço, mesmo após o incidente, e felizmente saiu ilesa.

“O cinegrafista e o cuidador de cobras só ficaram olhando, eles acharam hilário. Mas no final consegui o ‘shot’ que eu queria e assim que terminamos eu disse ao cuidador: ‘tire ela de mim'”, explicou a repórter ao programa “The Today Show”.

Assista ao momento do ataque:

Fechar X
Sem mais artigos