Em 2008, a cidade de Hangzhou, na China, resolveu investir pesado na mobilidade urbana dos cidadãos. O governo gastou mais de US $ 24 milhões de dólares em um programa de bicicletas compartilhadas, todas de uso público, numa tentativa de purificar o ar da cidade.

Mais de 86 mil bikes foram colocadas nas ruas, com pontos de entrega espalhados por toda a cidade. O investimento, porém, não saiu como o esperado e as bicicletas foram abandonadas, uma a uma, com o tempo.

A polícia recolheu, até agora, cerca de 23 mil bikes que estavam abandonadas por Hangzhou. O depósito onde elas são colocadas lembra um grande cemitério abandonado.

Veja:

Fechar X
Sem mais artigos