O pouso nesta segunda-feira (06) do explorador Curiosity sobre a superfície de Marte é um passo significativo para conseguir o objetivo de enviar astronautas ao Planeta Vermelho em meados da década de 2030, afirmou o diretor da Nasa, Charles Bolden.

 

“Hoje as rodas do Curiosity começaram a traçar o caminho para as pegadas humanas em Marte”, assinalou Bolden em entrevista coletiva no Laboratório de Propulsão da Agência Espacial Americana em Pasadena (Califórnia).

O Curiosity, que pousou sem incidentes em Marte dando começo a uma missão de dois anos, “tentará buscar uma resposta à antiga pergunta de se a vida existiu em Marte ou se o planeta pode abrigar vida no futuro”, disse Bolden.

“O presidente Obama fixou a ambiciosa meta de enviar humanos a Marte em meados da década de 2030 e a aterrissagem de hoje representa um passo significativo na conquista desse objetivo”, declarou o diretor da Nasa.

O explorador Curiosity chegou a Marte após uma travessia espacial de cerca de 566 milhões de quilômetros em oito meses e 17 dias e após superar com sucesso os chamados “sete minutos de terror” finais da aterrissagem.

“Os sete minutos de terror se transformaram nos sete minutos do triunfo”, disse o diretor-científico da Nasa, John Grunsfeld.

“Estou inteiro e a salvo na superfície de Marte”, foi a mensagem enviada pelo Curiosity ao blog da Nasa logo após pousar sobre o Planeta Vermelho.

Fechar X
Sem mais artigos