O primeiro dono do golden retriever Kaia tomou a decisão de sacrificá-lo porque o cão estava acima do peso e já não conseguia mais andar direito. Ao invés disso, o veterinário entrou em contato com órgãos de proteção animal para dar uma segunda chance ao cão. 

Pam Heggie foi a responsável por acolher Kai e o que era apenas temporário, tornou-se seu lar definitivo. Mas havia um longo caminho a ser percorrido.

Quando chegou, Kai mal conseguia subir os poucos degraus da varanda e levou quase 20 minutos para superá-los. O veterinário havia alertado Heggie: “ele é o cão mais obeso que já vi. Qualquer coisa que você fizer já irá ajudá-lo”, segundo relata o Metrô UK. 

Ela aceitou esta missão e fez o pet perder impressionantes 45 quilos! 

Além de entrar em uma dieta, o cão passeava regularmente, três vezes por dia, e começou a fazer fisioterapia para fortalecer as patas traseiras. Apesar do começo difícil, ele não desistiu. “Ele viu que eu queria ajudar e, assim, nós ficaríamos bem”, contou Heggie ao programa ‘Good Morning America’.

Hoje, Kai já consegue caminhar até o final do quarteirão, correr no parque e entrar sozinho no carro. 

“Ele nos ensina a atingir uma grande meta um dia por vez. Ele não se preocupa com ontem ou amanhã, só foca no que precisa ser feito hoje e faz! Podemos aprender muito com os cachorros”, afirma a dona Heggie. 

Fechar X
Sem mais artigos