Um grupo de estudantes marroquinos da Escola de Engenharia de Rabat inventaram um robô para ajudar os portadores de necessidades especiais a realizar suas tarefas diárias e que, por isso, pode ser controlado através dos olhos, informou nesta segunda-feira o jornal “Al Ahdaz al Maghrebia”.

De acordo com a fonte, o robô, que leva o nome de “Red Silence” (Silêncio Vermelho, em livre tradução) e se apoia em uma pequena plataforma móvel, funciona com base na movimentação dos olhos ou com um simples piscada para realizar suas ações, como fechar janelas, apagar luz e outras atividades relacionadas à alimentação, entre outras coisas.

A invenção, além de dar mais autonomia aos portadores de necessidades especiais, também permitirá um acompanhamento por parte dos familiares através da internet.

Segundo a mesma fonte, o custo do robô não supera 2 mil dirhams (cerca de 190 euros), enquanto os promotores da invenção desejam comercializar 500 unidades no mercado marroquino em breve.

Na última sexta-feira, por conta dessa invenção, os universitários Yassin Munir, Dris Amrani e Hicham Buchiji, estudantes do quarto ano da Escola Marroquina de Ciências de Engenharia de Rabat, ganharam o prêmio Imagine Cup, organizado em nível nacional.

Agora, os três estudantes representarão o Marrocos nas semifinais do concurso internacional Imagine Cup Microsoft, a ser realizado no Catar, no próximo dia 31 de maio.

Fechar X
Sem mais artigos