Trabalhar sem horário para voltar e sem saber até se haverá volta é um desafio diário para as mães que se dividem entre os filhos e a Polícia Militar. Mas o que dizer de quem acompanha tudo isso desde que nasceu e, já na fase adulta, opta pelo mesmo caminho?

Por incentivo da mãe, a soldado Edna do Carmo, há 16 anos na corporação, Kézia do Carmo, de 19 anos, há um ano e meio, decidiu seguir a carreira de policial militar e entender como funcionava o trabalho daquela que, mesmo com dor no coração, a deixava na casa do vizinho quando saía de madrugada para trabalhar no Comando de Operações da Polícia Militar (COPOM).

Hoje, as duas trabalham na sede do COPOM: a filha, em serviços internos e, Edna, no atendimento à população. O orgulho que a soldado Do Carmo sente ao ver que a filha seguiu seus passos é nítido e a ligação entre as duas tornou-se ainda mais forte. Kézia tem a oportunidade de ver de perto o que a mãe passou para conseguir criá-la com tanto amor, mesmo sem muito tempo livre devido ao trabalho árduo, mas compensador.

Minha mãe me incentivou muito a seguir a carreira, assim como meu pai, que também era PM, afirma a soldado. Desde pequena, me perguntavam: Seu pai é policial, sua mãe também, o que você será quando crescer? “Policinha”, respondia Kézia.

Edna do Carmo conta que já ajudou muitas mães pelo atendimento do serviço de emergência, o 190, seja em instruções para desafogar bebês ou dando apoio emocional para aquelas que sofrem com os filhos dependentes químicos. Para ela, ser policial e mãe é uma constante dedicação, cuidar daqueles que muitas vezes você nem conhece, mesmo que seu filho esteja sendo cuidado por algum parente e esperando pela sua chegada.

“Ser policial é uma vocação assim como a maternidade, que nos ensina a cuidar de um ser tão especial como o filho. Você veste a farda e vive em prol da sociedade, sempre buscando o melhor, muitas vezes tendo que esquecer os problemas na sua própria casa para ajudar o filho de outra pessoa, é sentir um amor ao próximo de forma incondicional”, concluiu Edna.

Fechar X
Sem mais artigos