Reprodução/SBS TV

Uma gata finalmente conseguiu ver a luz do dia após passar dois anos vivendo dentro das estruturas internas de um shopping na Coreia do Sul. Ela sobreviveu graças à ajuda de um homem que diariamente lhe dava água e comida.

O rapaz, que não teve a identidade revelada, desparafusava um painel na parede do shopping para deixar os mantimentos e em seguida voltava a fechá-lo. Ele contou ao canal sul-coreano SBS que a gata vivia no teto e descia apenas para comer, mas não explicou por que demorou tanto para procurar ajuda.

Foi necessário chamar um grupo de resgate e veterinários para realizarem o salvamento. Primeiro, eles tentaram retirar a gata através do painel que o homem utilizava para alimentá-la, mas sem sucesso. A entrada era extremamente estreita e o felino fugiu quando notou uma movimentação estranha. Eles conseguiram apenas remover diversas tigelas vazias, que foram se acumulando ao longo dos dois anos.

Reprodução/SBS TV

Com o auxílio de uma câmera endoscópica, a equipe achou o local exato onde o felino ficava e precisou fazer um buraco no teto, com autorização do proprietário do shopping, para enfim resgatá-lo. E não foi nada fácil: assustada com a movimentação, a gata tentou fugir a todo custo, atacou os profissionais e foi sedada quando chegou na clínica veterinária.

“Ela possui instintos bem agressivos, pois ainda não teve contato com pessoas”, explicou o veterinário.

Por causa dos anos de reclusão, ela estava muito magra e tinha unhas encravadas, mas no geral, seu quadro era positivo.

Depois de todo o estresse, a gatinha pôde descansar em seu novo lar: ela morará com o homem que cuidou dela nos últimos dois anos. “Agradeço a Deus. Eu estava tão preocupado. Vou criá-la com cuidado, ela viverá muito bem comigo”, disse o dono ao noticiário.

Confira como foi o resgate:

Fechar X
Sem mais artigos