Um homem russo, identificado como D. Razumilov, está processando a Apple em $16,5 mil libras (aproximadamente R$83 mil) responsabilizando seu iPhone por “torná-lo gay”.

Segundo o site Metro, o homem recebeu uma propaganda com crédito em GayCoins. Junto, uma mensagem dizia: “não julgue sem tentar”. Ele tentou e agora está em um relacionamento homossexual.

A história bizarra chegou à corte e o homem escreveu em seu processo: “eu pensei e realmente não podia julgar sem experimentar. Então, tentei ter relações com o mesmo sexo e, dois meses depois, estou em um relacionamento e não consigo sair. Não sei como dizer isto aos meus pais. Depois de receber aquela mensagem, minha vida mudou para pior e nunca voltará ao normal”.

Ele acusa a empresa de tecnologia de “manipulativamente o empurrar para a homossexualidade” e pede ressarcimento por “sofrimento moral e prejuízo à saúde mental”. Ainda de acordo com a publicação, a audiência será realizada em Moscou no fim do mês.

Mãe religiosa leva filho gay até altar e emociona com gesto poderoso:

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos