A cidade de Pittsburgh, na Pensilvânia (EUA), quase foi palco de uma tragédia. Um homem chamado Cary Cocuzzi, de 31 anos, foi preso pela polícia local após atacar sua ex-noiva. Segundo informações locais, ele estava escondido no sótão da casa da mulher há alguns dias antes de tentar agir.

O homem tentou agarrar o rosto da ex-namorada, mas ela conseguiu gritar e vizinhos ligaram para a polícia após ouvirem os barulhos. A polícia, que encontrou Cory escondido em um guarda-roupa, o prendeu por roubo e restrição ilegal.

Em entrevista à emissora Canal 11, a mulher, que não teve sua identificação revelada, contou que havia notado coisas estranhas em sua casa. “Eu tive uma intuição sobre isso, mas eu ignorei. Eu não queria parecer paranoica, mas eu deveria ter confiado em meus instintos.Ninguém em minha casa usa o banheiro desse jeito e eu não tenho nenhum visitante, então eu apenas pensei, meu Deus, esse cara está na minha casa? Isso é tão estranho”, contou, sobre ter visto um cobertor no chão.

Ela também afirmou que havia emitido uma ordem de restrição após Cory tentar agredi-la sexualmente. “Ele não respeitou a ordem. Quem sabe o que poderia ter acontecido? Ele estava em minha casa enquanto meus filhos estavam aqui, enquanto eu estava aqui dormindo. Você nunca acha que isso vai acontecer com você”.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos