Martin Hobbs bateu o recorde mundial de nado solo mais longo em um lago na última quarta-feira (24). Para isso, ele nadou por 54 dias no Lago Malawi, na África, conhecido por ser cheio de crocodilos e hipopótamos.

O atleta foi a primeira pessoa a percorrer o lago inteiro, totalizando cerca de 581 km. Hobbs, na verdade, quebrou o recorde do Guinness Book na semana passada, mas decidiu continuar o percurso até chegar ao final do lago. “Eu não queria ser enterrado e reconhecido apenas como o homem que trabalhou duro. É legal deixar um legado”, contou ao canal CNN.

Aventurar-se no Lago Malawi não é tarefa fácil. O “nadador solitário”, como ficou conhecido entre a equipe, afirmou ter pavor de crocodilos. Contudo, havia outro obstáculo a ser superado: o tempo, incluindo um tornado que criou ondas gigantes.

“O barco estava se esforçando para continuar a viagem e a equipe começou a se preocupar”, afirma. “Isso abalou meu psicológico, mas precisei me reerguer.”

De acordo com a CNN, Hobbs nadou cerca de 11 km por dia. Com dois recordes mundiais atingidos, ele pretende ajudar uma instituição de caridade sul-africana responsável por cuidar de crianças com fissuras labiais. Até o momento, o atleta já arrecadou US$ 10 mil.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos