Maurizio Zanfanti

Um homem apelidado de Romeo de Rimini porque teria levado mais de 6 mil mulheres para cama morreu ao manter relações sexuais com uma turista de 23 anos.

Maurizio Zanfanti, um dos “playboys” mais famoso da Itália, tinha 63 anos. Ele dizia que num verão bem-sucedido, ele poderia dormir com cerca de 200 mulheres. Ele começou como promotor de boate em Rimini, uma cidade de festas à beira-mar na Itália, na década de 1970, quando ele tinha 17 anos.

Trabalhando para uma boate chamada Blow Up, ele conversava com mulheres na rua para tentar levá-las a entrar no local para a festa. Em uma entrevista de 2016, ele disse: “Acho que fiz mais promoção de turismo para a Rimini do que uma centena de agências”.

Durante os meses de inverno, ele trabalhou para agências de turismo na Escandinávia e ele era tão conhecido que uma estátua de cera dele foi colocada em uma cidade sueca. No entanto, na noite de terça-feira, ele teve um ataque cardíaco fatal enquanto fazia sexo com uma mulher da Europa Oriental em sua propriedade na área de Pradella, em Rimini.

Ela ligou para os serviços de emergência, mas os paramédicos não conseguiram reanimá-lo e ele foi declarado morto. A mídia italiana disse que era assim que ele gostaria de morrer.

Veja fotos de Maurizio Zanfanti:

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos