Um jovem e talentoso chef de cozinha morreu no dia 6 de fevereiro, quando inalou uma dose letal de gás hilariante, dois dias depois de saber que seria pai pela primeira vez. Jordan Guise, de 21 anos, natural de Kidderminster, na Grã-Bretanha, foi encontrado morto em seu apartamento em Beziers, na França, depois de experimentar o gás que normalmente é usado como anestésico.

Seu corpo foi encontrado pelo patrão, que foi procurá-lo depois que ele não apareceu no restaurante La Charniere para trabalhar. O homem disse ao Mirror que todos sabem que o rapaz morreu sem dor. “Ele era muito relaxado”, afirma.

A causa da súbita morte de Jordan é irônica, já que o gás hilariante é uma substância que está disponível de foma legal, apesar de alguns especialistas alertarem que pode levar a uma parada cardiorrespiratória. Um juiz francês assinalou tratar-se de morte acidental e um segundo inquérito no Reino Unido foi aberto e adiado.

Fechar X
Sem mais artigos