O canal infantil ‘Fantastic Adventures’ (‘Aventuras Fantásticas’ em tradução livre) acumula 800 mil inscritos e impressionantes 250 milhões de visualizações. Só que para alcançar métricas tão boas no YouTube, a dona, Machelle Hackney, torturava os filhos adotivos, todos menores de 10 anos, caso as cenas não saíssem com perfeição.

A norte-americana de 48 anos foi presa, como reportado pelo The Daily Beast, por neglicenciar e abusar das sete crianças adotivas. As vítimas ouvidas pela polícia contam que, como castigo, eram trancadas em um quarto, sem comida ou permissão para ir ao banheiro, já tiveram a cabeça submersa na água e chegaram a ter as genitais atacadas com spray de pimenta.

“Ela me bate com o cabide, com o cinto ou com a escova. Ou então joga spray de pimenta da cabeça aos pés”, contou uma das crianças às autoridades. Segundo o site, os policiais chegaram a encontrar um deles dentro do armário vestindo apenas uma fralda quando inspecionaram a casa, logo após uma denúncia feita pela própria filha de Hackney. Ela, inclusive, já participou dos vídeos interpretando a “mãe de mentirinha”, mas não é acusada de abuso, de acordo com a imprensa local. A agência de notícias AP informou que, durante a batida, seis das crianças pareciam abaixo do peso.

Machelle Hackney negou as acusações e disse que só punia os filhos com tapas, mandava-os ficarem de pé em um canto da casa, ou ficavam “de castigo”. Tanto a dona do canal, como os filhos biológicos Logan e Ryan estão presos. Os dois foram detidos por não terem denunciado os abusos.

O Daily Beast informou que o YouTube desmonetizou o canal. Dessa forma, a família não receberá mais os pagamentos provindos de anúncios. A empresa afirmou em um comunicado que desativará a conta permanentemente caso os envolvidos sejam formalmente condenados.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos