Mãe orca e filhote

Tahlequah, a mãe orca também conhecida como J35, está carregando seu filhote morto há 17 dias.

“Estou absolutamente chocada e de coração partido”, disse Deborah Giles, pesquisadora do Centro de Biologia da Conservação da Universidade de Washington e diretora de pesquisa da organização sem fins lucrativos Wild Orca.

“Estou chorando. Não posso acreditar que ela ainda esteja carregando seu bebê”, disse Giles, acrescentando: “Estou muito preocupado com a saúde e o bem-estar mental dela”.

“Mesmo que a família dela esteja procurando e compartilhando peixes com ela, J35 não pode estar recebendo a nutrição que ela precisa para recuperar a perda de massa corporal que teria ocorrido naturalmente durante a gestação de 17 meses e também perda adicional de nutrição durante estas semanas de luto.

Michael Milstein, porta-voz da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA), disse que Tahlequah foi flagrada pela última vez na quarta, por pesquisadores da Fisheries Oceans Canada.

Tahlequah foi vista junto com toda a sua família ao largo da costa da Península Olímpica. J50, uma orca de 3 anos e meio na mesma família também foi vista, junto com sua mãe, J16.

O NOAA montou um plano de resgate para J50, temendo que ela possa ter uma infecção e possa ameaçar toda família.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos