Uma mulher de 29 anos foi internada em um hospital de Taiwan para a retirada de quatro abelhas que viviam próximas ao seu olho esquerdo. Os insetos foram descobertos após ela sentir dores intensas e os médicos observarem atentamente o canal lacrimal da paciente.

A mulher, que teve apenas o sobrenome He divulgado, disse que sentiu algo estranho após jogar água em seus olhos por pensar que havia entrado areia neles. O olho inchou e ela foi encaminhada ao hospital, segundo informações do jornal The New York Times.

O oftalmologista Hung Chi-ting afirmou que as abelhas estavam vivas. “Eu as retirei lentamente, uma após uma, com a ajuda de um microscópio”, disse em entrevista para a imprensa local. Enquanto estavam armazenadas no olho da mulher, elas se alimentaram de suor e lágrimas.

Em entrevista à BBC, o médico afirmou que a paciente poderia ter perdido a visão. “Ela usava lentes de contato para não esfregar os olhos para o caso de quebrar a lente. Se ela tivesse esfregado, poderia ter induzido as abelhas a produzir veneno e ela poderia ter ficado cega”.

Após a retirada, a mulher recebeu alta e as abelhas, que ainda estão vivas, foram enviadas para um instituto de pesquisa.

Fechar X
Fechar X