Uma menina de 12 anos entrou nesta quinta-feira em coma alcoólico após beber duas garrafas de vodca com três amigas da mesma idade, na cidade de Vladivostok, no extremo oriente da Rússia, informaram as autoridades policiais do país.

Após diagnosticarem o coma alcoólico, os médicos agora lutam para salvar sua vida, segundo informou a agência “Interfax“.

As quatro amigas, colegas de classe, comemoravam o início do ano letivo, que começou nesta quinta-feira na Rússia, com bebidas alcoólicas.

“As estudantes compraram as duas garrafas de vodca, de qualidade duvidosa, em um quiosque ao lado do colégio. O surpreendente é que a balconista não reparou que vender álcool a pessoas tão jovens é proibido“, disse um porta-voz do Ministério do Interior russo.

As meninas beberam as duas garrafas e foram para suas casas. Três delas conseguiram chegar em casa, mas a quarta se perdeu no caminho.

“Os pais encontraram a filha inconsciente e a levaram para uma clínica infantil. Mas os médicos não conseguiram fazer com que a menina voltasse a si e a transferiram à unidade de toxicologia do hospital regional”, informou o porta-voz.

Fechar X
Sem mais artigos