Reprodução / East2West News

Policiais russos precisaram utilizar vestimentas de proteção para entrar em um apartamento e resgatar uma menina de cinco anos, que segundo autoridades, não possui habilidades sociais e nem aprendeu a falar. Ela foi encontrada após um vizinho ouvir seu choro.

Lyubov – ou ‘Amor’, traduzindo para o português – foi encontrada seminua em uma casa repleta de lixo e infestada por baratas. A criança apresentava sinais de desidratação e desnutrição após a mãe Irina Garashchenko, de 47 anos, “desaparecer por dias”, de acordo com informações do Daily Mail.

Reprodução / East2West News

A mídia russa apelidou Lyubov como “Mogli”, referindo-se à história do menino criado por lobos, pois repórteres locais afirmam que ela “não consegue falar, apenas fazer barulhos, e não foi socializada”. A situação da criança era tão precária que os agentes encontraram um colar encravado em seu pescoço.

Vizinhos contaram que há cinco anos, Irina trouxe o bebê para casa, mas logo contou que deixou a criança com a avó. Contudo, segundo autoridades, na verdade Lyubov continuou no apartamento e pode nunca ter saído de lá desde seu nascimento.

Após o resgate, a mãe foi detida pelos policiais. Testemunhas afirmaram que a mulher estava sempre bem vestida e alegava ter um trabalho.

Reprodução / East2West News

Fechar X
Fechar X