Cirurgia na Rússia teve erro médico inacreditável

Ekaterina Fedyaeva, 28 anos, foi diagnosticada com cisto nos ovários e precisava passar por um procedimento cirúrgico por laparoscopia para removê-los.

Assim, a mulher se internou na Clínica Mayo, em Ulyanovsk, no oeste da Rússia. Segundo o Washington Post, um erro médico aconteceu durante a cirurgia.

Os médicos trocaram o soro que ela recebia na veia por uma solução de formaldeído, usada para embalsamar cadáveres e impedir que os corpos entrem em decomposição.

Os cirurgiões ainda tentaram fazer uma lavagem na cavidade abdominal, mas ela não resistiu e morreu. Fedyaeva sofreu várias paradas cardiorrespiratórias e teve falência múltipla de órgãos.

Uma investigação preliminar apontou que os médicos não leram o rótulo da solução de formaldeído.

Fechar X

 

Fechar X
Sem mais artigos