Sabendo que é impossível prever tudo que pode acontecer no nosso dia-a-dia, a Ericsson está idealizando uma nova forma “independente” de proteger seu celular de furtos.

A nova tecnologia permitiria com o que o celular soubesse quem está tentando pegá-lo pelos batimentos cardíacos detectados. Ao perceber que alguém além do dono tentou segurá-lo, o celular começará a vibrar, tornando-o mais difícil de segurar.

A configuração se chamará “adaptive friction” (fricção adaptável), e sua utilidade não se resume só à proteção de roubos. Ela também ajudará a impedir que o celular seja derrubado com frequência.

Além disso, a companhia também espera que o celular poderá “saber onde está” – se está num bolso, nas mãos – e assim, ajustar o nível de fricção para o que for mais apropriado. Para tal, o celular pode utilizar vários tipos de sensores – biométrico, óptico, e digitais.

Ainda não se sabe quando a tecnologia estará disponível, mas a patente foi registrada em fevereiro desde ano. Com sorte, a tecnologia será testada apropriadamente antes de ser lançada no mercado.

Veja aqui alguns acontecidos causados por novas tecnologias falhas:

Fechar X

 

 

 

Fechar X
Sem mais artigos