Raios são causados pelo choque de cristais de gelo e gotículas de ar quente

Raios são causados pelo choque de cristais de gelo e gotículas de ar quente

Um estudo da Nasa apontou que o lago Maracaibo, na Venezuela, é o campeão mundial de incidência de raios. O maior lago da América do Sul situa-se na porção norte dos Andes, onde as montanhas criam uma barreira natural empurrando o ar e misturando com o calor da umidade sob o lago e cria tempestades de raios.

Os raios ocorrem justamente quando ar frio e quente interagem. “O ar frio tem cristal de gelo e o ar quente gotículas de água. A fricção entre gotas e cristais se chocando criam cargas positivas e negativas nas nuvens. Quando as cargas negativas da base das nuvens têm força suficiente, a energia elétrica se desprende em forma de raio que se liga a uma estrutura positiva no solo ou em outra nuvem”, afirmou o Mashable, que noticiou a pesquisa.

“O Lago Maracaibo tem uma geografia e climatologia únicas e se torna ideal para o desenvolvimento de tempestades de raios”, resumiu Dennis Buechler, pesquisador da Universidade do Alabama.

O detentor prévio do título era a cidade de Kabare, no Congo. O continente africano segue sendo como ponto mais suscetível aos raios, de acordo com o estudo. “Conseguimos observar a densidade dos raios em uma escala global e detalhada”, disse Richard Blakeslee, cientista do Marshall Space Flight Center, da Nasa. “O melhor entendimento da atividade de raios ao redor do mundo permite melhores políticas de governos e outros interessados em tomar decisões melhores relacionadas a tempo e clima”.

Fechar X
Sem mais artigos