Ele foi levado pela guarda civil do aeroporto de Tenerife

Reprodução Ele foi levado pela guarda civil do aeroporto de Tenerife

Um passageiro racista de 70 anos teve que pegar sua mala de mão e deixar o avião que tinha como destino La Palma, nas Ilhas Canárias. “Eu não quero negros perto de mim”, gritou o homem à uma comissária de bordo negra da  companhia aérea Binter Canarias. O homem foi retirado da aeronave e acompanhado por oficiais da guarda civil do aeroporto de Tenerife. 

Segundo informações do Daily Mail, a companhia aérea registrou uma queixa contra o passageiro por racismo. Em um vídeo gravado dentro da aeronave por um passageiro, é possível ver o capitão do voo tentando retirar o homem do avião.

Fechar X