O piloto de um voo da companhia áerea Alitalia que iria de Beirute (Líbano) para Roma (Itália) se recusou a voar alegando que “estava muito cansado”. Os passageiros, que já haviam embarcado, foram obrigados a desembarcar e esperar um novo voo. Eles ficaram furiosos com as mais de 16 horas de atraso da viagem. As informações são do jornal britânico ‘Daily Mail’.

aviao

Reprodução

A Europa está em alerta. É um momento delicado após os recentes ataques terroristas nas ruas de Nice (França) e no aeroporto de Bruxelas (Bélgica). Qualquer coisa de diferente que aconteça gera tensão nas pessoas. Neste episódio, o piloto tratou de tranquilizar os passageiros. A ira de todos acabou sendo voltada para a Alitalia. O ‘Daily Mail’ afirmou ter tentado falar com a companhia aerea, mas que não obteve resposta.

O cantor de ópera Joseph Calleja, que estava no avião e foi obrigado a desembarcar, dividiu a sua raiva com seus mais de 200 mil fãs no Facebook. Ele chamou o tratamento da companhia áerea de “deplorável”. “(…) Eu não sei exatamente as regras e procedimentos nestes casos, mas este tratamento com os clientes é deplorável”, destacou.

recado_piloto

 

Fechar X

 

Fechar X
Sem mais artigos