Fechar X

Uma multidão comemorou em Hong Kong nesta quarta-feira (22) o retorno do maior pato de borracha do mundo ao porto de Victoria, depois que a obra do artista holandês Florentijn Hofman precisou ser desinflada na semana passada para manutenção.

Centenas de pessoas se reuniram na margem do porto, apesar das fortes tempestades que têm atingido a cidade nos últimos dias, para rever a instalação artística que virou um dos principais assuntos na cidade.

O processo de reinstalar a obra do artista holandês levou várias horas, e foi preciso um guindaste para desdobrá-la e inflá-la.

O pato volta às águas da antiga colônia britânica depois que sua ausência temporária gerou protestos nas redes sociais locais, onde alguns usuários brincaram dizendo que talvez tenha sido retirado por ser causar o foco de gripe aviária na China.

Com o lema “Divulgar a alegria de todo o mundo”, Hofman, que concebeu o projeto em 2007, pretende recuperar lembranças da infância de todos exibindo o pato de 16 metros de altura em 14 cidades. 

Fechar X
Sem mais artigos