Ai, ai, ai, mulheres… Sempre colocando obstáculos em tudo. A vida das mulheres é uma eterna competição, em tudo. E sabe qual é a prova? 110 ANOS com barreiras! Tudo para elas parece mais difícil do que realmente é.

Você a convida para ir ao motel e ela responde: “mas, amor, minha mãe pode descobir!”. Você, pacientemente, fala que o motel fica a trinta quilômetros da casa dela e lá vem a resposta: “meu brinco pode cair na rua quando a gente estiver indo pra lá. Já pensou se a minha mãe acha?”. Ok, você fala para ela colocar os brincos no porta-luvas e, depois de quase ter broxado, vocês vão ao motelzinho.

Chegando lá, você, meio sem grana, sugere que vocês fiquem, apenas aquela noite, na suíte promocional. Ela, sem nem pensar, lança: ah, amor, se eu soubesse não tinha vindo. Eu quero banheira de hidromassagem e espelho no teto!”. Tudo bem, você, em vez de gastar R$ 50, gasta R$ 90. Tudo por algumas horas de sossego.

Depois destes pequenos problemas resolvidos, vocês finalmente entram no quarto. Ar-condicionado, cama king size, teto solar, espelho no teto, sauna, banheira de hidromassagem e TV a cabo com todos os canais. Não se esqueça que você estava meio sem grana. Qual a primeira coisa que ela fala ao entrar lá? “Amor, vamos abrir uma garrafa de champagne?”. Caramba, no motel? Custa umas dez vezes o preço normal. Mas, já que a suíte foi tão cara, você desencana do dinheiro e apela para o limite de crédito.

O clima começa a esquentar e vocês começam as preliminares, esquenta mais um pouquinho e, na hora H, você dá aquela olhadinha para o espelho do teto. Ela sai de cima de você, já gritando: “por que você está olhando para essa droga de espelho e não para mim?” Putz, mas não era ela que queria o espelho no teto? Tudo bem, você pede desculpa e continua, afinal, não vale a pena estragar o momento por causa de uma bobeira. O sexo foi fantástico.

Depois de descansar um pouco, você sugere um banho. Ela se anima toda com a idéia. Você vai para o banheiro e prepara a hidromassagem. Alguns minutinhos depois, ela vem atrás, olha com aquela cara de nojo e diz: “ai, amor, não quero entrar nessa banheira de motel, não. E se estiver suja e a gente pegar uma doença?” Então para quê ela quis a hidromassagem e o espelho no teto se você não pode usar nenhum dos dois?

Por isso, queridos, eu digo: não vamos ceder às pressões das mulheres. Se você está sem grana, ela que aceite o que você pode pagar. Caso contrário, é cada um para sua casa e fim de noite. Parem, mulheres, de acharem obstáculos em tudo. Já que a vida de vocês é uma competição eterna, pelo menos saiam dos 110 anos com barreiras e comecem a competir nos 100 anos rasos.

Fechar X
Sem mais artigos