Alguns membros da família real saudita, a Casa de Saud, foram presos após uma operação anticorrupção comandada pelo príncipe herdeiro do reino, Mohammed bin Salman, da Arábia Saudita.

Reprodução

Alguns membros da família real saudita, a Casa de Saud, foram presos após uma operação anticorrupção comandada pelo príncipe herdeiro do reino, Mohammed bin Salman, da Arábia Saudita.

O Business Insider informou que o príncipe herdeiro consolidou seu poder ao deter 11 príncipes e ministros do governo no dia 4 de novembro. Porém, eles estão nas melhores acomodações que alguém pode querer. Os prisioneiros reais e não-reais ficaram confinados no Ritz-Carlton Riyadh de cinco estrelas na capital do país.

O procurador-geral do país, Saud al-Mujeb, afirmou que os acusados passam por interrogatórios para proteger a integridade dos processos. Ele disse ainda que “a situação atual dos detidos não os deixará imunes à ação da Justiça”.

Alguns membros da família real saudita, a Casa de Saud, foram presos após uma operação anticorrupção comandada pelo príncipe herdeiro do reino, Mohammed bin Salman, da Arábia Saudita.

Reprodução

Os hóspedes do Ritz-Carlton foram convidados a pegarem seus pertences e deixarem o hotel, informou o The Guardian. O local está sendo usado para abrigar os prisioneiros porque seria considerado “humilhante” enviá-los para a prisão normal.

O Ritz-Carlton abriu em 2011 e foi o primeiro da rede na Arábia Saudita. São 493 quartos, incluindo 49 quartos reais e 50 executivos. O hotel oferece ainda um spa só para homens, um espaço para eventos de 62 mil metros quadrados, piscina e uma pista de boliche.

Fechar X
Sem mais artigos