Você acha que está faltando espaço público em sua cidade em que as pessoas possam desfrutar de arte? Acha que os museus são muito restritos a uma pequena parte da população que se interessa e pode visitá-los?  Julien de Casabianca teve uma ideia genial que pode ajudar muita gente a se apaixonar por arte – e é daquelas ideias tão simples que você vai pensar “como ninguém pensou nisso antes?”.

Durante uma visita ao Louvre, no ano passado, Julien avistou um quadro de Ingres retratando uma mulher prisioneira. Ela estava num canto e ninguém dava muita atenção para a imagem. Ele então percebeu que poderia ajudar aquela mulher a se “libertar”, tanto de sua prisão quanto do museu, ao levar sua imagem para as ruas da cidade. Apesar de muitas pessoas continuarem sem conhecê-la, ao menos ela seria vista por milhares de pessoas que passariam por sua rua todos os dias. Foi aí que nasceu o projeto Outings Project, que hoje já está em mais de 18 cidades do mundo todo.

Desde que as primeiras fotos foram postadas, pessoas de outros países, inclusive no Brasil, passaram a estampar figuras anônimas de quadros famoso pelas ruas para que todo mundo tivesse acesso à elas. Casbianca afirma que não esperava que o projeto virasse global, pelo menos não tão rapidamente.

Quando perguntado se o fato de não serem dados os devidos créditos das imagens não seria algo errado, Julien disse: “Não queremos dizer algo que você não sabe e nós não queremos que as pessoas se sintam ignorantes. Você só precisa sentir que  [a arte] é antiga e saiu de sua origem; você tem apenas de ser tocado pela emoção, pela estética, pela arte”.

Alguns museus já entraram em contato com ele para ele divulgá-los utilizando o projeto e atualmente ele está em um tour por 12 cidades dos Estados Unidos para levar mais arte dos museus para as ruas.

Fechar X
Sem mais artigos