Uber

Reprodução Uber

A Uber decidiu se desculpar e reembolsar um cliente depois de cobrar US$ 18.500 por uma corrida de 21 minutos. Segundo a Vice Canadá, Hisham Salama pegou o uber mais caro da história quando usou o serviço para visitar um amigo em um hospital em Toronto durante o final de semana.

Inicialmente, ele achou engraçado ver o valor que apareceu na tela de seu celular. Porém, começou a se preocupar de verdade quando viu a pendência ser cobrada no cartão de crédito.

“Eu não sei em que planeta uma corrida de 20 minutos é igual a US$ 18.518,50”, disse o rapaz. Primeiro, a Uber se recusou a corrigir o erro. Um representante do Serviço ao Consumidor disse a Salama que o preço foi baseado no tempo e na distância da viagem e que a “tarifa estava correta”.

uber 3

No Twitter, Salama afirmou: “O que era um simples erro acabou se tornando na maior asneira de 2017. Eu não estou mais rindo ao pensar quando a #uber vai agir. Alguém pode me ajudar? É óbvio que nenhuma corrida de 20 minutos custe US$ 18,5 mil”, afirmou.

Salama teve o post compartilhado e muitas pessoas questionaram a empresa, que eventualmente voltou atrás na decisão de não reembolsar o homem. “Aquilo foi um erro e nós providenciamos o reembolso total. Nós, sinceramente, pedimos desculpas para esse cliente por sua experiências”, disse um porta-voz da empresa.

uber 2

A Uber disse ainda que o erro foi do motorista, dizendo que um valor incorreto entrou no sistema. Em Toronto, a companhia permite que passageiros peçam táxis tradicionais pelo app e o valor é medido pelo taxímetro.

“Obrigado a todos que tuitaram e retuitaram sobre a minha mágica corrida de US$ 18,5 mil”, disse Salama no Twitter após receber seu dinheiro de volta.

Fechar X
Sem mais artigos