Uma marca do Brooklyn, em Nova York, conseguiu a proeza de promover um produto literalmente abençoado – e que esgotou em questão de minutos. Amém!?

A marca MSCHF lançou uma edição limitada do que chamou de ‘Sapatos de Jesus’. Foram 24 tênis da Nike, modelo Air Max 97’s, que segundo a empresa, foram injetados com 60 ml de água do Rio Jordão. O local é visto como sagrado para muitas pessoas religiosas. Segundo a bíblia cristã, foi onde ocorreu o batismo de Jesus.

A proposta da peça é fazer o cliente andar, literalmente, sobre a água, já que o líquido místico foi inserido nas solas do tênis. Ele ainda é adornado com um crucifixo e a inscrição “MT 14:25” na lateral. A passagem se refere ao momento em que Jesus anda sobre a água.

O preço não é assim tão agradável: inicialmente o tênis custava US$ 1.425, cerca de R$ 5.850. Mas após esgotar, ele pode ser encontrado por até US$ 3 mil, aproximadamente R$ 12.300.

Se a proposta parece absurda demais… A marca atingiu seu objetivo. O diretor comercial da MSCHF, Daniel Greenberg, explicou ao New York Post que a peça foi criada para zombar da ‘cultura das colabs’.

“Lembramos da colaboração entre Arizona Iced Tea e a Adidas, na qual uma marca está vendendo sapatos com propaganda de uma empresa que faz chá gelado”, explicou Greenberg. “A gente queria se posicionar em relação ao absurdo que essa cultura de colab chegou.”.

Para trollar essa tendência, nada melhor do que colaborar com uma das figuras mais influentes da história: o próprio Jesus Cristo. “Pensamos… Como seria uma colaboração com Jesus? Como judeu, a única que eu sabia é que ele tinha andado sobre a água”, relatou ao veículo.

Segundo Greenberg, a água do modelo realmente veio do Rio Jordão: “tenho um amigo em Israel”.

Fechar X
Sem mais artigos