A inglesa Lauryn Chippendale acabou indo parar no site de e-commerce Asos e teve um dia de modelo depois que um homem a criticou gratuitamente em um aplicativo de paquera.

Lauryn contou que a primeira coisa que um possível date disse a ela foi: “não vou mentir, você é meio uma piada. Mas o vestido da última foto não está te favorecendo. Espero que ajude”.

A jovem respondeu: “por que acha que tem o direito de comentar isso? Acha que sua opinião importa?”. Não satisfeito, o homem retrucou dizendo que ela tinha que reconhecer sua sugestão e completou: “isto é vestido de loja de caridade. Cresça e compre em lugares decentes”.

Lauryn postou a conversa absurda no Twitter. A história viralizou e a loja online Asos, onde ela comprou o vestido, a transformou em modelo oficial da peça. No site da marca, a foto da inglesa aparece na sessão em que o look está disponível. Além disso, o Twitter da companhia fez uma brincadeira e postou a imagem nas redes sociais com a legenda: “quem riu por último…”.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos