A inglesa Sam Boatwright, de 29 anos, perdeu sua primeira filha Emmy Rose após o nascimento. Com 12 semanas de gestação, os médicos descobriram que ela tinha uma problema no coração e tinha apenas 50% de chances de sobreviver. Após o nascimento, em dezembro do ano passado, o bebê viveu por três semanas e dois dias.

Durante o luto, Sam disse que sempre se pegava pensando nas camisetas escrito “mamãe” que queria muito ter usado, mas que naquele momento não pareciam muito com o que estava passando. “Quando Emmy se foi, eu ainda queria ser uma mãe. Eu ainda sou mãe, mas estas camisetas não descrevem minha situação. A perda de um bebê é um tabu, ninguém fala sobre e eu queria conversar”, contou ao site inglês Metro.

Por isso, ela criou a marca Little Angel Mama Collection, uma coleção de camisetas e moletons que trazem na estampa a frase “mãe de um anjo” e os nomes de Emmy e de outras crianças que morreram com poucos dias de vida. “Conheci uma comunidade de pais no Instagram e nós amamos muito nossos bebês, mesmo eles não estando mais aqui. Nós ainda podemos ser mães, pais e famílias para eles”, comentou.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos