Um grupo de mulheres enfrentou as baixas temperaturas do inverno inglês para protestar contra a falta de representatividade e diversidade de corpos no desfile anual da grife de lingeries Victoria’s Secret, exibido no último fim de semana em TVs do mundo todo.

Vestidas com calcinha e sutiã, as mulheres seguravam placas com a frase “a moda falhou conosco”. Descontraídas, elas desfilaram diante da loja da grife americana na Oxford Street, em Londres, e pediram “diversidade em todas marcas”, informou o site Daily Mail.

O protesto ocorreu após duas polêmicas envolvendo o grande evento que é o desfile anual da VS. Primeiro, a cantora Halsey, que se apresentou no show, foi ao Instagram compartilhar que a falta de diversidade na passarela a incomodou. “Eu adoro este evento desde criança. Mas, depois da apresentação, não pude mais ignorar alguns comentários. Como membro da comunidade LGBTQ, não tolero falta de inclusão. Especialmente, aquelas motivadas por estereótipos”, escreveu.

A segunda polêmica envolve Ed Razek, diretor de marketing da marca, que disse que modelos plus size e transexuais não têm espaço na passarela. Após o desfile, ele falou de novo sobre o assunto: “meu comentário sobre inclusão de modelos transgêneros no show saiu como insensível. Para ser claro, nós temos modelos transgêneros que vêm para as entrevistas e testes. Mas, como muitas outras, elas não foram aprovadas. Não é uma questão de gênero”.

Fechar X
Fechar X