MTV Unplugged: Nirvana

(Foto: divulgação)

A única certeza que temos é que o tempo passa rápido. E, um dos exemplos disso é que se estivesse vivo, Kurt Cobain completaria 51 anos nesta terça, 20. Nascido em 1967, à frente do Nirvana, o rapaz franzino, de cabelo despenteado, roupas relaxadas e rasgadas e atitudes mil, mudou o mundo da música no início dos anos noventa.

Quando empunhava a sua guitarra, Kurt intimidava qualquer gigante do show business e tinha uma legião de fãs em seu exército grunge. O músico agia na contramão do que a industria queria, e vencia a batalha.

Porém, em 5 de abril de 1994, resolveu dar fim à sua vida e levou com ele toda a atitude, rebeldia e ousadia que o rock, o gênero mais visceral da música, possui. Ou você se lembra de algum outro artista que veio até o Brasil e ‘trollou’ a Rede Globo ao vivo, cuspindo na câmera e mostrando o pênis para milhares de pessoas que estavam assistindo? Pois é, Kurt fez isso no show do Nirvana no finado festival Hollywood Rock, em 1993.

Momento do show do Nirvana no Brasil

Para homenagear e relembrar esse grande (e rebelde) artista, ressaltamos algumas vezes em que Kurt mostrou o espirito do rock and roll nas atitudes, seja em shows, em apresentações de TV, ou em fotos, deixando a gente com o maior sorriso no rosto e pensando: Esse é o cara! E que falta faz.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos