Thais Macedo nas gravações do Sambabook (crédito: Carolina Moura)

Apontada por críticos musicais como revelação do Sampa Pop, Thais Macedo foi uma das convidadas da nova geração a participar das apresentações do projeto Sambabook. Em homenagem a Jorge Aragão, Thais interpretou a canção “Já é”.

“Só com a ligação que recebi do Jorge Aragão já fiquei super feliz. Imagina sabendo que era para participar do Sambabook? Eu conhecia a música escolhida pra mim, mas nunca tinha cantado”, diz a artista.

Thais começou a carreira musical cantando na noite do Rio de Janeiro, em bares da Lapa. Já decidida a viver do samba, passou a frequentar as rodas cariocas até produzir o primeiro CD. Mas foi a partir do segundo trabalho, o EP intitulado “Borogodó”, que ficou reconhecida como uma voz promissora do novo samba.

Influenciada por artistas consagrados, como Elis Regina, João Nogueira e Elza Soares, Thais não deixou de gravar composições de grandes nomes da música. Pretinho da Serrinha, Xande de Pilares e Lenine são uns do que estão em seu EP.

“Usei a referência da canção original “Paciência”, do Lenine, para construir uma nova versão que encerraria meu EP. Essa é uma música ainda muito atual”, comenta Thais, que definiu o nome Borogodó como algo que não saber explicar, mas que todos conseguem entender.

Sobre o título de cantora de Samba Pop, Thais diz não se importar. Ela, inclusive, acha bacana. O termo é usado para nomear um outro tipo de gênero de samba, com linguagem jovial e sonoridade mais pop.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos