Gravações raras feitas pelo ex-Beatle John Lennon alcançaram a quantia de 134.000 libras (195.200 dólares) em um leilão de memorabilia pop na terça-feira em Londres, disse a casa Christie’s.

Um colecionador pagou 75.250 libras pelo lote mais caro do leilão, contendo uma fita na qual Lennon aparece cantando cantigas infantis para sua enteada Kyoko. O mesmo arrematante pagou 58.750 libras por uma outra gravação do astro das primeiras noções de “She Said, She Said”, canção presente no álbum “Revolver”, dos Beatles — a fita tem duração de 25 minutos,.

“O resultado provou que esta foi a venda pop mais bem-sucedida da Christie’s em Londres”, disse Sarah Hodgson, chefe do departamento de entretenimento popular da casa, em comunicado.

O leilão levantou 532.642 libras, mesmo sem o lote mais comentado — um manuscrito feito por Paul McCartney da letra da balada “Hey Jude”, que foi impedida de ir à venda depois que o artista declarou que o documento havia desaparecido de sua residência.

Uma tira de quadrinhos desenhada por Lennon alcançou 32.900 libras, mais que o dobro do valor estimado.

Fechar X
Sem mais artigos