Boy magia e modelo ícone underground, Mateus Verdelho agora aposta na carreira de rapper, ao lado do grupo Família MV, formado por ele e pelos rappers Diamante e Mael Maria. O trio soltou seu primeiro EP Pega Nóis nesta sexta (12).

Com sete músicas, o trabalho pretende aproximar o hip hop de temas do cotidiano, indo além das questões sociais e abrindo espaço até mesmo para uma veia mais romântica e pop. “Abordamos letras positivas, relacionadas ao nosso dia a dia e muitas vezes ao universo feminino, em músicas dançantes” comenta Mateus Verdelho.

“Gosto da autenticidade e vejo que as pessoas se identificam com o meu jeito de ser e o meu estilo, mas não me preocupo muito com esse lance, eu deixo as coisas acontecerem naturalmente”, afirmou ele pra gente recentemente. “Acho que quando você escreve uma música tem que falar sobre o universo que você vive, as nossas letras são sempre muito positivas feitas para dançar, gostamos de falar de amor, de estilo, de todo o lifestyle que vivemos”, completou.

Pega Nóis conta também com participações especiais de Thaíde, Micael Borges e Lino Krizz. Mateus já mostrou que é um artista cuja imagem é capaz de sobreviver até mesmo por uma passagem pelo reality trash A Fazenda, da TV Record. Sem preconceitos, o Família MV surge disposto a afastar desconfianças de quem migra de um universo para outro. Agora é com as ruas.

Fechar X
Sem mais artigos