Luis Fonsi

Divulgação Luis Fonsi

No Brasil para divulgar os três shows que fará nos dias 3, 4 e 5 de maio, Luis Fonsi atendeu a imprensa para coletiva nesta terça (27). Entre os assuntos abordados, o porto-riquenho falou sobre as vaias que Justin Bieber levou, no ano passado, durante show em Estocolmo, ao se recusar a cantar Despacito, hit que ganhou versão em inglês com o astro canadense.

A reportagem perguntou para Fonsi se um dia os estadunidenses teriam interesse em falar espanhol. “Não posso falar por todos, há americanos e americanos. Uns não importam absolutamente nada em aprender espanhol há americanos que sim. Posso te falar sobre Justin Bieber que é meu amigo, o conheço. Ele tem interesse em aprender espanhol, tem interesse em gravar uma canção em espanhol”, disse.

“É importante contar a história. Não que esteja eu esteja defendendo Justin Bieber. A ideia de gravar este vídeo de Despacito em espanhol foi dele, não foi minha. Eu fiz uma versão complemente em inglês. Existe uma versão gravada por mim e por Daddy Yankee completamente em inglês. Esta foi a versão que ele ia cantar. Porque nós não estávamos juntos, eu estava na Europa e ele na Colômbia. Fiz a letra em inglês pensando que ele ia gravar todas as partes dele em inglês. E ele disse não, essa canção é um sucesso em espanhol porque vai mudar? Isso merece crédito”, apontou Fonsi.

“A letra de Despacito é complexa, não é uma letra fácil, tem umas palavras grandes. Eu que falo espanhol perfeito, algumas vezes travo a língua. Eu gravei Despacito em português, faz cinco meses, se me dizem para cantar, eu não me atrevo. Porque não quero ser ridículo. Uma coisa é você estar no estúdio cantando foneticamente e outra coisa é saber os sons da boca exatamente. É mais difícil que se pensa. Como todo artista, todos somos perfeccionistas. Preferimos fazer o que nos dá tranquilidade. Foi um grande trabalho e quem quis tomar parte de Despacito foi ele. Foi sua ideia. É um grande artista. Nos abriu muitos portas. Tenho certeza que muita gente ouviu a música porque seu nome estava lá. E graças ao seu nome muita gente ouviu a música e se apaixonou. Foi muito bonito colaborar com ele”, concluiu o hitmaker.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos