Kesha

Divulgação Kesha

Kesha perdeu a causa que movia contra Dr.Luke e a subsidiária da Sony representada pelo produtor para não ser obrigada a lançar mais quatro discos pela gravadora. Em meio a disputa, a cantora de 29 anos revelou ter sido estuprada por Luke.

A juíza Shirley Kornreich, da suprema corte de Nova York, disse que popstar não tinha provas contra o produtor. Kesha não poderá recorrer da decisão, que é definitiva.

A cantora de TiK ToK tem recebido apoio de personalidades mulheres da música como Taylor Swift e Lady Gaga. Para elas, a declaração escancarou os abusos contra as mulheres dentro da indústria. Gaga, que também sofreu de violência sexual fez um protesto levando vítimas do mesmo tipo de crime ao palco da cerimônia de entrega do Oscar.

 

Sem mais artigos