Lady Gaga comprovou esta semana que sua postura polêmica não se restringe apenas ao mundo da música – a cantora fez um discurso público criticando o exército dos EUA por discriminar os gays.

Para a cantora, é insultante que homossexuais assumidos sejam proibidos de servir as Forças Armadas. Gaga pediu a seus fãs que protestem contra o governo americano, já que uma medida como essa seria inconstitucional.

“Quem deveria ser mandado para casa: o soldado gay que está sendo vítima de preconceito ou o homofóbico que contamina a todos com seu ódio? Quero propor uma nova lei: que essas pessoas preconceituosas sejam mandadas para casa”, afirmou ela, em um vídeo de quase 20 minutos divulgado no YouYube.

“Não achei que igualdade fosse algo a ser negociado – deveria ser um direito inalienável”, completou.

Assista abaixo ao discurso de Gaga:

Fechar X
Sem mais artigos