A diva do pop Madonna saiu em defesa de Michael Jackson sobre as acusações de abuso sexual de menores que ele tem sofrido após a veiculação do documentário Deixando Neverland.

Em entrevista à revista britânica Vogue, Madonna conta que não assistiu ao documentário, mas pede que as pessoas não julguem Michael sem a absoluta certeza dos fatos.

“As pessoas são inocentes até que se prove a culpa. Eu não tenho uma mentalidade de linchamento, então, na minha opinião, as pessoas são inocentes até que se prove a culpa”, disse.

O longa narrado pela ótica de Wade Robson e James Safechuck tem provocado opiniões diversas desde a estreia. Ambos relatam ter sofrido abuso sexual do astro no pop entre os anos de 1980 e 1990, no rancho de Neverland, nos Estados Unidos.

Fechar X
Fechar X
Sem mais artigos