Aumenta o som que é rock do bão, sô! Os músicos Zé Helder e Ricardo Vignini formam o ‘Moda de Rock’ que apresenta clássicos do rock na viola. Antes de tocarem com a lenda Robertinho do Recife no lançamento do álbum ‘Moda de Rock II’, neste fim de semana, a dupla recebeu o VIRGULA no pequeno estúdio do Ricardo em São Paulo para um papo descontraído e muito som.

O vídeo acima é uma homenagem para David Bowie que morreu na segunda-feira (11).  Eles atenderam o pedido do Virgula para tocar “All the Young Dudes”, apesar de nunca terem tocado a música. Entre tirar a canção e ensaiar, eles demoraram um pouco mais de 15 minutos para grava-la (UOW).

Aliás, a dupla costuma ser atenciosa. Em 2012, este repórter que vocês estão lendo postou no Facebook um vídeo de “Norwegian Wood” dos Beatles tocado na viola e perguntou se alguém conhecia mais músicas da dupla. Um amigo marcou a página do ‘Moda de Rock’ no post e eles responderam apresentando mais músicas de viola caipira e misturas com o rock.

Esse é um pouco do espírito e trabalho de formiguinha de Zé Helder e Ricardo Vignini que se conheceram entre 2005 e 2006. Helder  namorava a cantora Daniela Lasalvia e ela apresentou o amigo Vignini em um show. Os dois violeiros se identificaram e logo um produzia o álbum do outro.

O ‘Moda de Rock’ surgiu quase como uma brincadeira para sanar a curiosidade de alunos e para reviver a trilha sonora da adolescência. O primeiro disco, lançado em 2011, rendeu mais de 300 shows, inclusive no exterior. A dupla também toca na banda Matuto Moderno e Vignini participou do CD “Carbono” do Lenine que rendeu convite para tocar no festival Rock In Rio ano passado.

No vídeo abaixo, eles contam um pouco como começaram a tocar, as lendas e vivências de violeiros, as parcerias com guitarristas brasileiros como Andreas Kisser e comentam o quanto a viola atrai cada vez mais  admiradores no Brasil todo.

 

O disco ‘Moda de Rock II’ apresenta faixas de rock mais pesado com relação ao primeiro.  “Refuse/Resist”, do Sepultura, “Raining Blood”, do Slayer, e “Diary of a Madman”, do Ozzy Osbourne são alguns do clássicos do metal em roupagem enviolada. Além destas pedradas, há músicas do Metallica, Pink Floyd, Queen, Dire Straits e Ramones.

Abaixo, Helder e Vignini tocam “Wasted Years” do Iron Maiden.

“Um violeiro que já nos deixou, o Renato Andrade, costumava dizer com bom humor: ‘Viola é igual mortadela. Pode até ser comida de pobre, simples, mas todo mundo gosta e come escondido'”, argumenta Helder sobre a aceitação dos roqueiros com a abordagem da dupla.

“Aliás, o Renato Andrade trouxe uma erudição, levou a viola para as salas de concerto. Ele é um músico fundamental para conhecer viola junto do grande Tião Carreiro que começou a solar o instrumento”, indica Vignini.

Dos violeiros que estão vivos, recomendo o Indio Cachoeira. No nosso show domingo, estamos muito felizes de tocar com o Robertinho do Recife. Todos que gostam ou tocam instrumentos de corda no Brasil precisam ver o Robertinho que passou por muitos movimentos de musica brasileira. Tocou jazz rock, metal produzido pelo Hermeto Pascoal e até música da Xuxa”, conta Vignini.

“O nosso show atrai muitas famílias que curtem rock e metal. Afinal, viola é totalmente rock ‘n’roll”, finaliza Helder.

Serviço

Lançamento do álbum ‘Moda de Rock II’ com participação do guitarrista Robertinho do Recife
Local: Teatro Paulo Autran (1.010 lugares)
Dia 17 de janeiro de 2016, domingo, 18h
Duração:
90 minutos
Classificação: Não recomendado para menores de 10 anos.
R$ 40,00 (inteira). R$ 20,00 (meia: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência). R$12,00 (credencial plena: trabalhador do comércio debens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes).
Ingressos em sescsp.org.br
SESC PINHEIROS
Endereço: Rua Paes Leme, 195.
Bilheteria: Terça a sábado das 10h às 21h. Domingos e feriados das 10h às 18h.
Tel.: 11 3095.9400

 

Fechar X
Sem mais artigos