(Foto: divulgação) Papa Roach

Ao ouvir Elevate, música do novo álbum do Papa Roach, Who Do You Trust?, percebe-se influências do pop e hip hop alternativo feitos por novos grupos como Twenty One Pilots, por exemplo. Em entrevista ao Virgula, o vocalista Jacoby Shaddix concorda: “Exato! Eu gosto muito do que o Twenty One Pilots faz e foi uma de nossas influências. Não é uma coisa ‘porrada’, sabe? É minimalista e destaca a melodia. É o que buscamos colocar no álbum, mas sem perder a nossa essência”. 

Who Do You Trust? será lançado nesta sexta, 18, e Jacoby, junto do baterista Tony Palermo estiveram em São Paulo em novembro de 2018 para divulgar o novo trabalho. Animados, o definiram como o álbum mais forte e eclético da carreira. “O rock está mais rock e o hip hop está mais hip hop. Tudo está mais intenso nele”, adianta o vocalista. “Também temos músicas punk rock como ‘I Suffer Well’, que tem dois minutos de duração. Está bem variado”, complementa Palermo.

Se há um fator que vem mantendo o Papa Roach interessante há 25 anos é a tática de se reinventar a cada álbum. O grupo não ficou parado no tempo e preso ao estilo nu metal que se encontrava em alta quando surgiu. “Posso afirmar que somos ecléticos. Estamos sempre olhando pra frente e ligados no que está rolando de mais legal na música. Não há preconceito musical dentro do Papa Roach”, explica Jacoby.

A evolução pessoal de cada integrante também é responsável por mais de duas décadas de carreira sólidas, segundo o vocalista. “Nesse tempo melhoramos em muitas coisas, principalmente como músicos, onde cada um de nós procura estar sempre evoluindo. Eu melhorei muito como vocalista e frontman. Me sinto mais à vontade com a minha voz e estou mais confiante do que nunca estive antes. Também nos tornamos muito melhores na presença e dinâmica de palco. São coisas que tornam a banda mais forte e presente”.

Palermo aproveita o assunto e opina porque o Papa Roach continua tão vivo: “A nossa evolução sonora é nítida. Isso acontece porque além de músicos, somos fãs de música e estamos sempre trazendo para as nossas composições o que ouvimos de melhor no momento, só que colocando do nosso jeito, ao nosso estilo e dando o nosso melhor. Essa mistura tem dado certo. Gostamos de surpreender os fãs”. 

Capa de Who Do You Trust? 

Futuro do rock

Com artistas clássicos do rock e heavy metal envelhecendo, como The Rolling Stones, The Who, AC/DC, Ozzy Osbourne, Iron Maiden, etc., seria o Papa Roach, Korn e Avenged Sevenfold as nossas futuras bandas clássicas?

“Bem, ainda sinto que somos uma banda nova, mesmo com mais de 20 anos de estrada e 10 álbuns lançados. Mas, é uma possibilidade, pois alguns artistas vão parando, cada um pelo seu motivo, e os mais novos continuam ‘rolando’. É uma coisa natural“, responde Jacoby.

“Sabe, eu vejo o Mick Jagger com, sei lá, mais de 70 anos de idade e o cara ainda continua sexy. Acho que eu posso continuar sendo sexy também quando for mais velho”, brinca o cantor seguido de uma gargalhada. “Por enquanto, ainda temos muita energia para mostrar e mandamos bem ao vivo, isso é o que importa. Bandas que têm isso, esse poder de fogo e amam o que fazem, raramente perdem isso”, finaliza.

Ouça músicas de Who Do You Trust?: 

Fechar X
Sem mais artigos