Fechar X

Pete Townshend abriu o coração e resolveu falar sobre o escândalo sexual que envolveu seu nome em 2003. O guitarrista do The Who contou detalhes sobre os aconteceimentos que o levou para prisão. 

“Quando eu era criança sofri coisas terríveis. Então, achei que poderia ajudar. Você consegue imaginar uma garota de 10 anos que é repetidamente estuprada por seu tio? Eu tentei entrar naquele mundo para entender como funciona e ajudar”, disse em entrevista ao The Times.

O músico, que fundou uma entidade que ajuda menores que sofreram abuso sexual, disse que pagou uma taxa para acessar um site de pornografia infantil, mas que cancelou a assinatura ao perceber que se tratava de uma rede que explorava crianças de orfanatos na Rússia. 

Quando a polícia descobriu os arquivos, ele foi advertido e colocado em uma lista de criminosos sexuais por cinco anos depois. “O que eu fiz foi insano”, ele acrescentou. “Tudo o que eu queria era ajudar. Nunca falei sobre isso pelo fato de as pessoas me julgarem. Recebi muitas ameaças de morte e tive que ouvir absurdos do tipo ‘ele é pedófilo por causa de seu grande nariz’. Foi muito complicado”, finalizou. 

Entenda o caso: 

A polícia britânica anunciou em 2003 que Pete Townshend foi preso, depois de admitir ter pago para entrar em uma página de pornografia infantil na internet. Ele admitiu que pagou para entrar no site, baseado no Texas, mas defendeu-se dizendo que não é pedófilo e que havia feito isso para fins de pesquisa.

Após quatro meses de investigação por parte de um grupo especial de proteção à criança, a conclusão foi de que o guitarrista acessou sites de pornografia com crianças, mas não fez download de nenhuma imagem.

O veredito livrou a cara do músico de 57 anos, mas por ter entrado em páginas com tal conteúdo, seu nome entrou para uma espécie de ‘lista negra’ chamada Sex Offenders. Isto inclui a coleta de DNA e impressões digitais do roqueiro.

A justificativa de Towshend para ter visitado os sites foi aceita pela polícia. Ele afirmou, desde o início do inquérito, que vinha pesquisando o material para um livro sobre os danos causados por todos os tipos de pornografia veiculados na internet, bem como o abuso da sexualidade de crianças.

Fechar X
Sem mais artigos