PicMonkey Collage

Cat Power e Tame Impala por Fabricio Vianna. Icona Pop por Itaici Brunetti

Indies, hipsters e vários outros estilos (com barbas ou não) que apreciam a música underground estavam ontem (28) no Audio Club, em São Paulo, para curtir o primeiro dia da segunda edição do Popload Festival. A gente do Virgula Música não ficou de fora e também foi até lá, com nossos celulares mesmo (guerrilha style), para conferir cada show e poder mostrar um pouco do que rolou para vocês.

Antes de irmos ao que interessa (os shows), vale ressaltar que o local comportou ‘confortavelmente’ esse esquema de festival, com shows simultâneos acontecendo em palcos diferentes. A transição do Main Stage para o Club Stage era mais tranquila impossível, e até na apresentação mais lotada era possível enxergar o que estava acontecendo no palco, e de qualquer lugar. A solução para matar a fome da galera (que ficou mais de cinco horas lá dentro), foi apelar para os foodtrucks, que funcionou muito bem, e a cerveja estava gelada (isso importa!).

Os shows:

Saca só o line-up do dia:

foto (31)

Popload Festival – (crédito: Itaici Brunetti)

Tocando após o Pond, os goianos do Boogarins subiram ao palco impulsionados pelo seu disco de estreia, As Plantas que Curam, e por uma imensa turnê internacional. Foi uma ótimo aperitivo para o headliner do dia.

foto (29)

Boogarins – (crédito: Itaici Brunetti)

Rodrigo Amarate veio calmo na sequência e tocou para nós o material de Cavalo, Evaporar, do Little Joy, e Errare Humanum Est, do Jorge Ben Jor. Foi bonito de se ver!

foto (34)

Rodrigo Amarante – (crédito: Itaici Brunetti)

Os fãs, claro, não piscavam os olhos e cantavam TODAS as canções. Los Hermanos feelings?

foto (33)

Popload Festival – (crédito: Itaici Brunetti)

Já no Club Stage, a parada estava mais animada com o duo Fatnotronic.

foto (32)

Fatnotronic – (crédito: Itaici Brunetti)

Enquanto tudo isso rolava, as simpáticas Caroline e Aino, do Icona Pop, conversavam com a gente no backstage, acredita? (vai rolar entrevista em vídeo em breve)

foto (35)

Icona Pop – (crédito: Itaici Brunetti)

A gata indie Cat Power fez um show lindíssimo somente ao piano, guitarra e voz. Sozinha no palco, mandou vários hits da carreira em versões intimistas. Essa parte foi assim, de chorar litros! Mas também teve o outro lado da moeda, que não foi tão bonito de se ver. Uma parte do público (que nem sabia quem era Chan Marshall) conversava alto e gritava ‘Toca Raul’ o tempo todo. Aff!

Chan, em um momento superfofura revelou que está grávida =), e na sequência jogou flores brancas para o público. Mas essa mesma galera que não estava nem aí para a presença dela não perdoou e começou a imitar o Roberto Carlos (Aff de novo). Para finalizar, um rapaz resolveu mandar a cantora ‘se foder’. Ela retrucou, mandou ele pra aquele lugar e saiu do palco, finalizando o show.

Chan nos deu uma belíssima apresentação e foi tratada assim. Que vergonha (pra nós!)

foto (36)

Cat Power – (crédito: Itaici Brunetti)

Ma daí vieram as suecas do Icona Pop e botaram todo mundo pra dançar no Club Stage. O público nem foi tão grande no show delas, mas foi jogação! O hit I Love It fechou o set em uma versão dubstep.

foto (37)

Icona Pop – (crédito: Itaici Brunetti)

E para finalizar, os LSDianos e pinkfloydianos indies do Tame Impala finalizaram sua turnê com um showzaço de dar nó na cabeça de qualquer mutante. Foi, digamos, a maior das viagens.

10831871_777855355596171_139529500_n

Tame Impala – (crédito: Flávia Durante/reprodução Instagram)

E hoje tem mais!

SERVIÇO

Show: Popload Festival com The Lumineers, Metronomy, Cat Power, Marcelo Jeneci, Mixhell e mais.

Dia: 29 de novembro (sábado)

Horário: a partir das 20h
Local: Audio Club – Av. Francisco Matarazzo – Barra Funda, São Paulo – SP
Valor: de R$460 a R$1.100
Ingressos aqui
Fechar X
Sem mais artigos