* Veja fotos de Roberto Carlos como você nunca viu

Roberto Carlos gravou, como faz desde 1974, seu especial de final de ano para a Rede Globo.

Cerca de 3 mil pessoas assistiram ao show no Via Funchal em São Paulo. Dispersos entre a platéia, estavam artistas do quilate de Hebe Camargo, Ana Maria Braga e Paulo Ricardo entre outros.

O Rei começou canatdno a consagrada ‘Emoções’, seguida de outros grandes sucessos do cantor, contudo, Roberto parecia abatido e dava a impressão de estar cantando por obrigação. Cantava sem dar sequer um sorriso, fazendo questão de demonstrar sua tristeza para todos.

Apenas a partir da 5º música, é que o show deslancha. Cantando o clássico ‘Detalhes’ apenas com um banquinho e um violão, Roberto abre seu primeiro sorriso, e começa a brincar com a platéia e sua banda. Ele cantou essa música exatamente como gostava sua falecida esposa Maria Rita: de forma acústica.

Depois, começa a alternar músicas com monólogos. Diz que nos anos 80, começou a questionar tudo e todos, e sobre os anos 90 ‘os melhores de minha vida’ diz apenas que conheceu o ‘Amor sem Limites’.

Na sequencia, canta a música ‘Eu que te amo tanto’, considerada por ele mesmo como a mais im portante de sua vida. ‘É claro que estou falando da Maria Rita’, finaliza, com um raro sorriso.

É um belo momento do show, mais pela franqueza do artista do que pela animação exibida numa tela atrás dele, na qual duas estrelas dançam abraçadas.

E para terminar, cantou o clássico religioso ‘Jesus Cristo’ e recebeu a tradicional ovação da platéia.

Fechar X
Sem mais artigos