Tulipa Ruiz está pensando no seu terceiro disco, sucessor Tudo Tanto (2012). “A gente entra em estúdio no começo do ano e o disco sai no primeiro semestre de 2015. Também estou curiosa em relação a ele!”

Tulipa Ruiz

Tulipa Ruiz

Com seu primeiro disco lançando em 2010, Efêmera, a ascensão de Tulipa foi meteórica, ela sabe disso, mas diz que continua sendo a mesma garota. “O que mudou foi a quantidade de público nos shows e a dinâmica intensa na estrada. Muitos carros, vans, ônibus, trens e aviões. Quando estou em casa, minha rotina continua a mesma. Cinema do bairro, café no vizinho e mercadinho da esquina”, diz ela.

Leia nossa conversa com a diva da MPB indie, que é uma das atrações na Noite Sim Live no Verona, neste sábado (6). Também se apresentam Marcelo Jeneci e Anelis Assumpção e China, entre outros.

Você tem rituais para compor? O que te motiva a fazer uma música nova?

Tulipa – A composição pode vir de um momento mágico e subjetivo, como também pode ser um exercício. Às vezes começo no violão e a partir de uma harmonia penso na melodia ou na letra. Outras vezes escrevo primeiro ou penso em um tema. Nunca o processo vem do mesmo jeito. A única coisa que se repete são as ferramentas ao redor: papel, canetas, violão e um computador com Garage Band.

 O que seus fãs podem esperar do seu próximo disco, quais são os pontos de mais aproximação e as diferenças em relação ao anterior? Quando deve sair?

Eu só vou saber o que vai acontecer no próximo disco quando terminar a turnê do Tudo Tanto, que está no finalzinho. A gente entra em estúdio no começo do ano e o disco sai no primeiro semestre de 2015. Também estou curiosa em relação a ele!

Tulipa Ruiz

Tulipa Ruiz

O que avalia que mais mudou na sua carreira desde o começo e o que continua igual?

O que mudou foi a quantidade de público nos shows e a dinâmica intensa na estrada. Muitos carros, vans, ônibus, trens e aviões. Quando estou em casa, minha rotina continua a mesma. Cinema do bairro, café no vizinho e mercadinho da esquina.

SERVIÇO

Noite Sim Live no Verona
Quando: Neste sábado (6)
Onde:  Studio Verona, avenida Voluntários da Pátria, 498, Santana – São Paulo (SP)

Palco Outdoor
20h30, CHARLIE & OS MARRETAS (artista SIM LAB)
21h50, CHINA
23h20, ANELIS ASSUMPÇÃO

Palco Indoor
21h10, ST. LÔ
22h30, MARCELO JENECI
00h00, TULIPA RUIZ
Entrada livre para credenciados da SIM.
Ingresso: R$ 40,00 (meia entrada mediante carteira de estudante ou 1kg de alimento na porta do evento (adiantado)
R$ 80,00 (inteira)
Link de venda, (aqui)
Capacidade: 3.000 lugares

Fechar X
Sem mais artigos