As décadas da rua Augusta como epicentro da boemia paulistana renderam diversas homenagens na música brasileira. Da jovem guarda ao rap, Eduardo Araújo, Mutantes, Tom Zé, Emicida e Tulipa Ruiz a eternizaram.

Mas com o trânsito pesado na região, entrar na rua Augusta a 120 km/h, como prega a famosa música Rua Augusta, não é mais uma opção para quem passa pelo mítico endereço.

Renascida com a redescoberta do Baixo Augusta, a especulação imobiliária já chegou a expulsar alguns de seus inferninhos mais disputados, mas se hoje muita gente quer morar por ali, despertando a cobiça das construtoras, muito disso deve-se à vida cultural e a vocação de ser um espaço para todas as tribos urbanas, unidas pelo impulso de se jogar na noite.

O Virgula escolheu as músicas mais legais que falam sobre a Augusta.

Augusta, Angélica e Consolação – Tom Zé é um dos caras que melhor consegue captar a alma da metrópole. Se ele é baiano, isso apenas mostra o cosmopolitismo da cidade, onde os nordestinos têm participação decisiva na ecomomia e na cultura. 

Rua Augusta, Emicida. Nome de proa da renovação do rap, o MC paulistano começou a chamar atenção no underground do rap no Sarajevo, quando a casa nortuna ficava na Augusta. Nesta música, ele fala sobre a rua.  

Tulipa Ruiz – Às Vezes. Foi graças a espaços como o Studio SP, localiza na Augusta, que a nova MPB encontrou o público jovem e espantou o ranço que a aprisionava. Hoje, a MPB indie namora o mainstream, nas trilhas de novelas globais e nos programas de rádio, e celebra reconhecimento internacional.

Ronnie Cord – Rua Augusta. Parceria de Ronnie Cord com seu pai, Hervé Cordovil, autor da letra, o megasucesso inaugurou uma série de músicas inspiradas pela rua, em 63. Na mesma década, Ronnie também fez sucesso com Biquíni de Bolinha Amarelinha, em versão de Hervé Cordovil.

Rua Augusta, Mutantes. Eduardo Araújo tornou a música famosa. Depois, a faixa virou um estandarte e foi regravada por diversos nomes do rock brasileiro, entre eles, Raul Seixas e Mutantes.

 Para baixar o Soundspot e fazer parte deste novo conceito, acesse: www.skol.com.br/soundspot.

Fechar X
Sem mais artigos